Ir Para o conteúdo

Festival “100 anos do Borel” é comemorado este sábado (11)

Neste sábado, 11 de dezembro, a partir das 10 horas, o Grupo de Referência do Borel, composto por organizações como Jocum, Fundação São Joaquim e Associação de Moradores do Borel, junto à mandata quilombo da deputada estadual Mônica Francisco, natural do Borel, realizarão um evento em comemoração aos 100 anos da favela. Será o dia inteiro de atividades na principal via de acesso ao bairro, a Rua São Miguel, que será fechada para a comemoração.

No local, haverá uma Feira Solidária, com espaço para empreendedores locais que venderão seus produtos das áreas de gastronomia, artesanato e moda; além de uma Exposição de Fotografia, contando a história do Borel, através de imagens e depoimentos.

Na ocasião, serão feitas diversas homenagens às pessoas que prestaram serviços e contribuíram na história do território. Essas indicações foram feitas pelas representações da rede de referências do Borel e as honrarias são de dois tipos: a entrega do diploma “As Lutas do Povo do Borel”, a cerca de 33 pessoas, e a “Menção de Louvor” para os dez maiores destaques no decorrer da história da comunidade.

A deputada Mônica Francisco, uma das idealizadoras do evento, é nascida no Borel, onde começou sua trajetória de ativista dos direitos humanos na década de 80. Primeira mulher negra a presidir a Comissão do Trabalho, Seguridade e Legislação Social da Alerj, a parlamentar é conhecedora da memória de luta e resistência do Borel, pois atuou fortemente na questão da moradia e na conscientização política, junta aos moradores. “O Borel protagonizou a construção da primeira associação de moradores, que na época foi chamada de União dos Trabalhadores Favelados. É desse lugar que estamos falando, que garantiu a potencialização do nascimento da FAFERJ (Federação das Associações de Favelas do Estado do Rio de Janeiro), onde várias favelas recorreram ao Borel que ali se organizava com seu Estatuto”, rememora a deputada.

A programação também vai contar com o Concurso de “Melhor Samba” e de “Miss Borel”, um desfile de moda nas categorias infantil e adulto, com modelos moradoras do Borel, preparadas pelo professor Ed, e os primeiros lugares serão premiados. O desfile será aberto pelo Mister Universo 2021, Ruan Mendes, morador do Borel.

A partir das 15 horas, será o momento das apresentações artísticas locais com grupos de MC’s e pagode, como: FLOWNISIO MC, Willian e Duda do Borel, Thi camps, Tony Rodrigues, Tiago Tadi e Alê Lopez. Para finalizar, a partir das 17 horas, Filipe Vieira, diretor do Instituto da Unidos da Tijuca, abrirá a apresentação da Escola de Samba Unidos da Tijuca, onde estarão presentes vários pavilhões da escola para cantar os parabéns à favela.

Profissionais do PSF do Borel também estarão prestando serviços de saúde, como aferição de pressão, e fazendo campanhas de conscientização e prevenção de doenças. A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos também estará no local com stand e materiais de conscientização da mulher, trazendo proposta de inscrição para cursos.


Outras notícias!