Ir Para o conteúdo

Mônica Francisco é uma das autoras do PL

Ameaçadas de extinção desde que o governo do presidente Jair Bolsonaro anunciou em março a intenção de interromper suas transmissões, as rádios Nacional e MEC ganharam um alento na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

Em antecipação a uma discussão que deve se tornar federal nos próximos dias, os deputados estaduais aprovaram na terça-feira 5 um dos projetos de lei que buscam transformar as duas emissoras em patrimônio histórico e cultural imaterial do Rio de Janeiro. Apresentado em conjunto por Mônica Francisco, do PSOL, e Waldeck Carneiro, do PSB, o PL 5493, aprovado por unanimidade, trata especificamente da Rádio MEC (fundada em 1923) e segue agora para sanção do governador Cláudio Castro. Proposta semelhante, relativa à Rádio Nacional (fundada em 1936), é objeto do PL 5494, que ainda aguarda votação em plenário.

Leia mais em https://www.cartacapital.com.br/politica/lei-que-torna-a-radio-mec-patrimonio-imaterial-do-rio-e-aprovada-na-alerj/


Outras notícias!