Ir Para o conteúdo

Privatização da Eletrobras em debate na Alerj

A Comissão de Trabalho, Legislação Social e Seguridade Social da Alerj, começa a semana debatendo “O processo de privatização da Eletrobras e seus impactos na economia do Estado do Rio de Janeiro”, em audiência pública virtual, na próxima segunda-feira, às 10h00.

Para a presidente da Comissão, deputada Mônica Francisco (PSOL), é necessário debater a entrega de empresas como Eletrobras, Furnas, Eletronuclear, CEPEL e outras ao capital privado, os impactos que isso causa na economia do estado, assim como refletir sobre o aumento nas contas de energia elétrica, perda de postos de trabalho e diminuição de arrecadação de imposto, o que provoca agravamento da situação das contas públicas do Rio.

“A privatização do sistema elétrico brasileiro representa inúmeros prejuízos para a população; começa com o aumento do desemprego no setor, passa pela alta das contas de luz e chega até a perda de capital por parte da União. Manter o sistema elétrico público diz respeito à soberania nacional, a capacidade de controlar e gerar energia de qualidade e o suficiente para toda a população e ao mesmo tempo aumentar a geração de empregos e renda”, afirmou.

Foram convidados, além de outras deputadas e deputados, representantes do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Energia do Rio de Janeiro (Sintergia), do Ministério de Minas e Energia, da Plataforma Operária e Camponesa da Água e Energia. A audiência será transmitida pelo Facebook da deputada Mônica Francisco.


Outras notícias!